sábado, 13 de setembro de 2008

Essa luz

Essa luz do teu amor
Ilumina meu caminho
Como uma estrela no céu piscando
Como os vagalumes brincando no jardim


Essa luz do teu amor
Que emana do teu olhar
Contagia e assanha
Me deixa com vontade de não parar de olhar


Essa luz do teu amor
Clareia até meus pensamentos
Que um dia foi crepúsculo de dor
Hoje é contentamento

2 comentários:

pedro nogueira disse...

mais um lindo poema parabens...essa luz!! que não se apague,

pedro nogueira disse...

mais um lindo poema parabens...essa luz!! que não se apague,