sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Coração

Cerque meu coração
Não deixe sair de dentro do peito
Coloque um muro bem sólido
ou uma cerca de arame farpado
Antes que fuja aos sobresaltos
Fugindo dos meus fardos
Faça uma rede de contenção
Feche bem as comportas
Pq a queda é alta
E a força remove pedras e montanhas
Só não remove esse amor dentro do peito
Faça uma teia bem resistente
um emaranhado de situações
Coração aflito e inconsequente se evade de tantas prisões
Tranque bem as portas esconda as chaves
FEche bem as janelas cortinas percianas
Apague todas as luzes talevz no escuro se esconda
E assim quem sabe descanse,reflita
e acomode-se por um momento
Por alguns instantes que seja... ele merece
E mesmo sabendo que não pode remover esse querer de dentro do peito
Aprenda que não é fugindo que ele desaparece!

Um comentário:

Wagner Ortiz disse...

Maravilha! Parabéns!